A Oração de um Homem sem Alma!

Photo by Jesse Yelin from Pexels

Ao colocar sob meu pensamento um dos maiores Reis que já pisaram sobre a terra, atemorizo-me: ele Perdeu a alma!

A história nos mostra que após possuir mais de mil mulheres, tornar-se o mais rico e poderoso de seu tempo, possuir todo o conhecimento que a ciência de sua época poderia alcançar, Salomão torna-se um homem afogado em profunda angústia e conclui: tudo foi vaidade. Fútil. Inútil! 

Perdeu a alma!

Frequentemente nos deparamos com homens e mulheres que à semelhança de Salomão, ganharam o mundo mas perderam a alma! Perderam a capacidade de ver o belo da vida nas coisas mais pequeninas e simples do dia a dia! Perderam a capacidade de amar! Perderam a capacidade de se compadecer! Perderam a Empatia! Perderam a capacidade de Chorar! Tornaram-se tão duros que são incapazes de derramar uma lágrima pela dor alheia!

Perderam a alma!

Convivemos com homens e mulheres que conquistaram seus respectivos mundos, contudo, perderam a alegria mais singela que poderia existir: a alegria de contemplar o amanhecer; a alegria de estar vivo; a alegria de olhar para o céu estrelado e sorrir! Perderam a capacidade de se apaixonar, de vibrar, de se emocionar!

Perderam a alma!

Ganharam o mundo, mas perderam a alma, perderam-se de si mesmos; perderam a si mesmos. Tornaram-se elefantes que se deixam levar pelo fluxo da manada(vida) pois não sabem mais para onde ir, e nem onde querem chegar, e como afirmou Lewis Carrol em Alice no País das Maravilhas: “Para quem não sabe para onde quer ir, qualquer caminho serve”!

Perderam a alma!

No máximo, tornaram-se robôs com inteligência artificial que continuam eternamente a seguir seu algoritmo de continuar ganhando o mundo, ganhando o dinheiro, ganhando a competição, ganhando a comissão, ganhando a promoção, ganhando o diploma; todavia, na semelhança de robôs, não mais possuem vida em si mesmos; entretanto, me parece, quanto mais ganham o mundo perdem a alma; e, perdendo a alma, perdem a família, perdem os filhos, perdem a esposa, perdem o esposo, perdem os amigos, perdem o convívio e o sorriso!

Perderam a alma! 

Acordam sem alma, dormem sem alma, caminham sem alma, sorriem sem alma, vão para o trabalho sem alma, voltam para casa sem alma, vão para a igreja sem alma, vão para a faculdade sem alma! Cantam sem alma, dançam sem alma! Abraça sem alma! Beijam sem alma! “Amam” sem alma!

Perderam a alma!

Perderam-na e não a encontram mais! Não a encontram nos vícios, nas drogas, no sexo, na ostentação de bens de luxo, nas baladas, no delírio, no êxtase, no casamento, no namoro, nos cultos, nas missas, nas vigílias. Não a encontram nem mesmo nas milhares de curtidas nas redes sociais!

Perderam a alma!

Perderam-na e não há quem a traga de volta! Não há quem a devolva! Não há um sequer!

Perderam a alma! 

Diante disso, lembrando-me do que disse Jesus, questiono-me:

“E de que vale ao homem ganhar o mundo todo e perder a sua alma? E o que o homem dará em troca de sua alma? (Mateus 6:26)

Porventura pagar o melhor psicólogo lhe poderá devolver a alma? Porventura pagar o mais caro antidepressivo lhe poderá devolver a TUA ALMA?”

Desta forma, digo-lhe: CUIDADO! Muito cuidado para que nessa caminhada de realizar o sonho, de concretizar o projeto; nessa caminhada de ganhar o mundo, não percas a tua alma!

Todavia, quanto a mim, que também estou nesse negócio de ganhar o mundo, clamo: “Oh! Deus! tu que sabes todos os caminhos, tu que conheces o mais profundo do meu coração, não permitas que eu perca a minha alma. Contudo, ainda que eu a perca, sei que  no vale mais sombrio e escuro a tua mão misericordiosa me alcançará! Do meu erro de insistir em caminhos que me tirariam a alma? Sobre estes: A tua graça me cobrirá!”

E, na semelhança do salmista, que também perdeu a alma, e, ao perdê-la orou; orou a oração de um homem sem alma, eu também oro: “Conceda-me ó Senhor o seu fiel amor pelo dia; e que enquanto corre a noite, esteja comigo sua canção. É a minha oração ao Deus que me dá vida (alma)”!

É possível que você leitor tenha acabado perdendo sua a alma! Todavia, como disse Jó (que também perdeu a alma): “Há esperança para a árvore que, se for cortada, ainda se renovará, e não cessarão os seus renovos. Se envelhecer na terra a sua raiz, e o seu tronco morrer no pó, ao cheiro das águas brotará, e dará ramos como uma planta.”! (Jó 14:7-9)

Ter perdido a alma (no sentido emocional e psicológico a que me refiro aqui), não é o fim, é uma oportunidade! Oportunidade de se reencontrar na vida, e se reencontrar naquele que disse: “Eu SOU a vida”! É uma oportunidade de se achegar aquele que afirmou: “Vinde a mim todos os que estais cansados e oprimidos e eu vou darei alívio!” (Mateus 11:28)

Encerro com a fala de Ricardo Gondim: 

“Sou um homem quebrado pela vida! Quebrado por minhas próprias besteiras! Contudo, estar quebrado na vida não é um defeito, isso pode ser um novo início em sua história, um novo começo em sua vida!”

Há um que pode lhe devolver a alma: Jesus, o Cristo!

Paz, naquEle que nos dá ALMA.